O que li: “Renato Russo – O Filho da Revolução”

O ano começou e muita coisa doida e boa já me aconteceu, mas não irei contar para vocês (ao menos não agora). Quero falar dos livros que li já este mês, foram apenas três porque li muitas outras coisas no trabalho e precisei de uns dias para me recuperar de tudo. Dedicarei então um post a cada um dos livros lidos, assim poderei escrever com calma sem me preocupar com o tamanho do texto.

O primeiro livro que li estava na minha mente desde 2010. Em agosto deste ano fomos, Natan e eu, cobrir a Passeata Raul Seixas que acontece em memória do cantor baiano. Ficamos hospedados na casa do meu tio Arnaldo e ele possui uma biblioteca incrível. No dia vi uma biografia do Renato Russo e quis ler, mas tinha um monte de coisas para filmar e não tive tempo, este ano eu consegui. Chegava no apartamento e lia feliz, tanto que terminei em três dias.

“Renato Russo – O Filho da Revolução” de autoria de Carlos Marcelo. A edição que eu li era publicado pela Ediouro  e a que comprei é da Agir e tem a capa com os atores do filme “Faroeste Caboclo” além de um ensaio inédito sobre a música. Confesso que não gostei da capa e a ideia de que um produto deva ser linkado a outro, mas como não achei da edição anterior tive que me contentar.

o livro da esquerda foi o que li, o da direita foi o que comprei.

o livro da esquerda foi o que li, o da direita foi o que comprei.

A biografia apresenta um panorama do Brasil e do mundo, trazendo para a história de Renato, algumas informações relevantes sobre a formação do cantor. Explica de onde vieram algumas influências não só musicais. Traz também a participação de todos aqueles nomes que os fãs da Legião estão acostumados a associar, sobretudo no que se refere aos anos de Brasília. Tem os conflitos da geração, as reuniões, as músicas, as festas, os dramas. Contudo, o livro deixa a desejar ao traçar uma descrição mais apurada sobre a vida íntima de Renato: suas descobertas, medos, tesões, tensões poderiam ter sido melhor abordadas sem correr o risco de parecer exploração da imagem do biografado. Carlos Marcelo tem um texto fluente, bem feito e editado. Pode ser que, se tais temas tivessem sido abordados mais profundamente, houvesse problema com o espólio de Renato também.
O livro traz também um forte acervo fotográfico e reproduções de documentos importantes para o enriquecimento da história. Claramente não é intenção fazer um caderno de fotos apenas belas e reproduzir letras de músicas. Há fac-símiles de documentos emitidos pela censura do regime militar com os pareceres favoráveis ou contrários à liberação de algumas músicas dos três primeiros discos lançados pela banda.
Na parte final do livro há um salto inexplicável que simplesmente aborda de forma supercial os últimos três, quatro anos de vida do cantor. A leitura me deu a impressão de que algumas páginas foram simplesmente arrancadas entre a impressão e a montagem do livro. Em uma mesma página há o relato de um curta-metragem em que Renato atua como ator e no parágrafo seguinte já se lê: “A notícia da morte do vocalista da Legião Urbana, ao 36 anos (…)” sic, o sentimento de que falta um capítulo importantíssimo para a história ainda me acompanha mesmo depois de algumas semanas desde o fim da leitura.
Claro que o livro é recomendado, para os que conheceram a força criativa, para quem ouviu depois da morte, de quem procura uma voz que diga coisas interessantes. Renato Russo permanece como ídolo e um marco dentro da história cultural do país. URBANA LEGIO OMNIA VINCIT.

Anúncios

Sobre Jim Duran

Professor, escritor, ator. Já foi chamado de Caminhante Noturno, já teve seus dramas e risos, lágrimas e desespero.
Esse post foi publicado em Diários do Caminhante Noturno e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s