“Um Bêbado no Beco” – poema meu

“Um Bêbado no Beco” é poema antigo, escrito na Livraria BelasArtes. Gosto dele porque é bem sincero e retrata mesmo algo de mim. A foto eu tirei hoje, quis homenagear alguém com o meu olhar. rs

verdes (2)

 Eu não existo.

Fui criado por um cara medroso,

fui imaginado para dar voz

a seu silêncio.

Eu surgi para que sua covardia

não o dominasse.

Que o medo da poesia

não o aprisionasse.

Fui criado porque ele não sabe

encarar a noite

e nem os exércitos de perdidos

que vagam.

Ele não berra e aceita tudo

calado como um cadáver.

Ama com medo

e com medo o amor morre.

Não vinga.

Ele me criou para que

o trouxesse à tona

desse se afogar solitário.

Livraria & Café BelasArtes

24 de outubro de 2010

Anúncios

Sobre Jim Duran

Professor, escritor, ator. Já foi chamado de Caminhante Noturno, já teve seus dramas e risos, lágrimas e desespero.
Esse post foi publicado em Tudo junto. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s