MORREU LEON CAKOF

Fundador da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Leon Cakoff, morreu nesta sexta-feira, às 13h, no hospital São José, em São Paulo. Aos 63 anos, desde dezembro do ano passado o crítico lutava contra um câncer: um melanoma que originou metástase, e chegou ao cérebro. Cakoff estava prestes a lançar a 35ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, o evento cinematográfico mais importante do país, do qual era criador e codiretor. Mesmo doente, sua filosofia era: “O show não para”. Cakoff tinha uma longa lista de serviços prestados ao cinema, mas não era só isso. Defendeu a liberdade de expressão artística, lutou contra a censura, ampliou o espectro do cardápio de produções oferecidas ao público brasileiro e democratizou esse leque ao montar salas com programação alternativa em várias cidades do Brasil. O velório será realizado no MIS (Museu da Imagem e do Som, av. Europa, 158, SP, tel. 0/xx/11/2117-4777) . O corpo será cremado neste sábado no Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes. Leon foi casado durante 22 anos com Renata de Almeida, atual diretora da Mostra. Ela dirige a Mostra a seu lado desde a 13ª edição do evento, em 1989. Deixa dois filhos com ela, Jonas e Thiago, além de dois filhos do primeiro casamento, Pedro e Laura.

História
Nascido Leon Chadarevian em Alepo, na Síria, Cakoff chegou ao Brasil aos oito anos. Adotou o sobrenome Cakoff como pseudônimo, após ter um artigo de jornal censurado pelo próprio veículo, durante a ditadura. Começou a carreira de crítico de cinema aos 19 anos, escrevendo para o Diário da Noite e o Diário de São Paulo, dos Diários Associados. Ao criar a Mostra, nos anos 70, a pedido de Pietro Maria Bardi, então diretor do Museu de Arte de São Paulo, sedimentou o seu caminho. A partir de 1974, dirigiu o Departamento de Cinema do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e iniciou a programação de mostras e ciclos no museu.

A criação da Mostra de Cinema
Em 1977, para comemorar os 30 anos do Masp, Leon criou a 1ª Mostra Internacional de Cinema, com 16 longas e 7 curtas brasileiros e internacionais. Logo no primeiro ano, foi criada uma das maiores marcas do festival, o prêmio com o voto do público, que na primeira edição foi para Lúcio Flávio, O Passageiro da Agonia, de Hector Babenco. Um artigo do Jornal do Brasil registra que “a Mostra é o único lugar onde se pode votar no país”. Desde a primeira edição, Leon travou uma luta ferrenha contra a censura imposta pelo regime militar, trazendo filmes até por meio de malas diplomáticas de embaixadas e consulados. Foi assim que a Mostra exibiu filmes inéditos vindos da China, Cuba, União Soviética, França e dos mais distantes países. À frente do festival, levou as obras de Pasolini, Fellini, Buñuel, e uma série de outras cinematografias ao encontro do público. Frequentador do circuito dos grandes festivais mundiais, advogou em favor do cinema brasileiro. Tornou-se amigo de cineastas como Quentin Tarantino e Dennis Hopper. Este último, falecido ano passado, responsabilizava Leon pela ressurreição da carreira quando ninguém mais se importava. Não é pouco.

(FONTE: http://gq.globo.com/cultura/morre-o-fundador-da-mostra-internacional-de-cinema-de-sao-paulo-leon-cakoff/)

Anúncios

Sobre Jim Duran

Professor, escritor, ator. Já foi chamado de Caminhante Noturno, já teve seus dramas e risos, lágrimas e desespero.
Esse post foi publicado em Tudo junto. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para MORREU LEON CAKOF

  1. Paula Daiane disse:

    Fala professor.
    Curti muito o seu Blog.eu adorava Raul Seixas,ele foi o cara …
    É isso,suas aulas sao demais. abraços ate breve!
    Obs: tia veia (legião mirim ,turma da tarde)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s