Miss L

Estou fazendo umas correções em antigos escritos. Erros de digitação e coisas assim, algumas coisas de ortografia também. Encontrei um bem legal que dediquei a uma tal de “Miss L.”, nem me lembro quem era… e como diz o Sodrex. “A arte serve para disfarçar a mediocridade da vida.”

Então a vida é mesmo assim
O cigarro não queima mais
É o cachimbo cheio que ameniza a dor e a discórdia…
Dentro de mim mora o caos.
Teus olhos me encaram e eu sinto tua boca.
Lambendo-me e engolindo
E eu
Indo mais fundo,
Deixo-te em pé e beijo teu colo
Tua barriga e tuas coxas,
Perco-me em teu gosto
Gozo e suor me abençoam.
Tuas unhas tatuam minhas costas
Minha boca sela a tua
Minha língua é tua
Como nossos são os minutos noturnos.
Nos entregamos entre uivos,
Como cães encoleirados ao desejo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.