um reencontro

Eu estava gravando o Mosaico durante o carnaval quando vejo surgir uma mulher que amo de paixão desde o início do amor no mundo (faz tempo então). Thaís Fonseca é irmã e filha de amigos meus. Ela mesma se tornou uma. Mas em 1988 ela era uma menina linda e chata, que ficava cantando pelos cantos e atrás da gente que só queria se divertir. Eu tinha dez anos e nenhum saco. Sempre pedia para que ela se calasse, mas o tempo é sábio e ela nunca me deu bola.
Thaís cresceu e tornou-se cantora com uma nota de conforto na voz. Participou de programas de calouros na TV (com o Raul Gil na Band e posteriormente no SBT naquele Qual é o Seu Talento). O Enoch que é o pai dela me deu um DVD com algumas apresentações dela e eu sempre que posso o assisto sempre com um riso bobo. BABO MESMO porque tem talento e não porque é amiga.
Uma vez eu chorei ouvindo ela cantando Whitney Houston e durante essa entrevista que eu fiz com ela eu também chorei. Não me importo, o carinho tem dessas coisas. Abaixo tem algumas fotos desse encontro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.